Patrocinadores
shopping-bag 0
Items : 0
Subtotal : 0,00
View Cart Check Out

Single Blog Title

This is a single blog caption

Rodrigo Alves em entrevista à Bola Gira

RODRIGO ALVES, ATACANTE DE 18 ANOS DA AD MACHICO

AS EXPECTATIVAS DE UM GRANDE COMO O SL BENFICA, NUM TEMPO EM QUE JÁ PASSEIA
NA PASSERELLE SÉNIOR TRICOLOR

Define-se «claramente» como um ala e nós acrescentamos dos bons…Começou nas escolinhas da AD Machico e com 17 anos estreou-se na equipa sénior. Rodrigo Alves segue tantos e tão bons jogadores mas diz que «sem dúvida o CR7 é a grande inspiração». Nesta entrevista “abre a alma” e dá a conhecer muito do seu mundo, de um mundo de expectativas. O sonho, esse, é o de chegar a um grande clube “lá de fora”

BOLA GIRA – Tens, agora, quantos anos?
RODRIGO ALVES – Tenho 18
BG – Penso que jogaste sempre na AD Machico…
R.A – Sim, sempre, desde as escolinhas. Comecei “mais ou menos” com 12.
BG – Que tipo de expectativas é que tinhas nessa idade? Lembras-te?
R.A – As minhas expectativas eram as de poder um dia jogar num clube grande e ter uma carreira futebolística.
BG – E como é que elas estão agora, aos 18 anos?
R.A – Conservam se ainda mais…ainda mais que antes. Sou mais velho e tenho ainda mais a certeza do que quero.
BG – Se dependesse de ti, se tivesses a hipótese de escolher o “tal” clube grande de que falas, qual seria?
R.A – O Benfica. Sempre foi o meu clube, sou benfiquista desde pequenino.
BG – Sempre jogaste a ala?
R.A – Sim, em todos os escalões, já nas escolinhas era…
BG – Consideras-te um extremo, por assim dizer…
RA – Claramente.
BG – Gosto muito de te ver jogar na esquerda do ataque…Achas que é lá que mais rendes?
RA – Sim, exactamente nessa posição. A melhor posição que existe (risos).
BG – Se te pedisse para me falares das tuas principais armas… que me dirias?
RA – Eu digo primeiro e depois vê se são as mesmas…(mais risos…!) São a velocidade, capacidade no 1×1 e boa visão de jogo.
BG – Não concordo, falta o power…
RA – ((ainda) mais risos). Sim, isso também…!
BG – Algum aspecto que tenhas mais dificuldade?
RA – Uma melhor capacidade de decidir rápida e eficazmente à frente do guarda-redes.
BG – Qual foi a tua melhor época?
RA – A primeira época de juvenis. Marquei 32 golos, foi a minha melhor época de sempre.
BG – Tens mais sonhos para concretizar sem ser representar, por exemplo, o SL Benfica?
RA – Conseguir manter sempre uma muito boa forma,
nao ter muitas lesões…
BG – Qual a análise que fazes à última época, tanto em termos individuais como numa perspectiva colectiva?
RA – Não foi muito boa mas também não foi má…Consegui ir aos séniores, ser convocado e entrar. Fui lá três vezes, estreei-me com o Ribeira Brava mas treinei bastante lá.
Ajudei a minha equipa a chegar ao terceiro lugar no campeonato. Todos fizemos o máximo para que isso fosse possível. Acho que chegaríamos longe na Taça mas estas condições estragaram tudo…
BG – Qual é a tua opinião sobre o futebol jovem da Madeira?
RA – A arbitragem sempre “lixa”…mas acho que temos grandes talentos.
BG – Já decidiste a tua vida na próxima época?
RA – Ainda nada está decidido.

NO CRESCIMENTO, NA CONFIANÇA E NA MOTIVAÇÃO…

«FORMAÇÃO NA AD MACHICO ESTÁ A SER MUITO BOA
TODOS AJUDARAM E CONFIARAM EM MIM…!»

Rodrigo Alves tece os mais rasgados elogios à formação que teve ou está a ser na AD Machico. «Claro, tem sido muito boa», atira. Questionado a falar-nos sobre todos estes anos na nação tricolor, o atacante da AD Machico remata desta forma: «Ajudaram-me a crescer e a perceber que era mesmo isto que eu queria. Ajudaram-me bastante e depositaram muita confiança em mim, colegas, treinadores e simpatizantes do clube. Sempre me deram muita motivação. O balanço é bem positivo, muito bom mesmo»

RODRIGO ALVES MOSTRA-SE AGRADECIDO

«TELMO SANTOS É EXCELENTE TREINADOR
PERCEBE MUITO DE FUTEBOL»

Independentemente das “agruras” que o futebol lhe venha a conceder, Rodrigo Alves será sempre agradecido a alguns responsáveis técnicos que souberam guardar um cantinho muito especial na sua alma da bola. O avançado tricolor passa a enunciá-los, citando os nomes do actual coordenador do futebol jovem da AD Machico, Telmo Santos, juntando ainda Alberto Canadilla, um espanhol que o treinou com a idade de infantil e de quem diz «ter depositado muita confiança e motivação», para além de Amândio Barreiras e Luís Miguel, este último nos séniores da AD Machico.
A título de curiosidade perguntámos-lhe que aspectos teria valorizado em Telmo Santos, com a resposta a ser pronta. «É um excelente treinador, sempre puxou por mim, tem muita garra e determinação. Quando diz uma coisa é para cumprir», refere, acrescentando «perceber muito de futebol», recordando ainda a importância de «ter-me ajudado a encontrar o meu estilo de jogo»

CURTAS E RÁPIDAS COM RODRIGO ALVES

Melhor jogador de todos os tempos?
Pelé.

Melhor jogador da Liga Nos nesta época?
Pizzi.

Melhor Liga do mundo?
Premier League. Não há dúvida

Jogadores que mais gostas?
Ronaldinho, Ronaldo, Messi, Coman, Mbappé, Griezmann
Isco, Bale, Marcelo, Benzema, Ronaldo Fenómeno. São tantos. Sem dúvida que a minha inspiração é o CR7.

Madeirenses?
Daniel (júnior do União), Henrique Araújo (Benfica), Gonçalo Luís – joga muito -, Carlos Almeida e Henrique Perestrelo (Marítimo)

E na AD Machico?
O Michael Ribeiro e o João Silva.

Clubes que mais gostas na Madeira e no exterior?
Marítimo, Nacional, Benfica, PSG, Dortmund, Inter.

Daquilo que já viste, quem são os treinadores que mais gostarias de ser treinado em todo o mundo?
Guadiola e José Mourinho

E quem é o melhor do mundo?
Klopp. Também gosto muito do Quique Setien.

Faz-te sócio Loja Tricolor